Foto: Reprodução / EPTV

PM estava com filha de 3 meses no colo quando foi abordado em Campinas. Bebê caiu enquanto o policial se livrava do suspeito, que terminou baleado.

Um policial militar reagiu a um atentado enquanto carregava a filha de 3 meses no colo, em Campinas (SP), na noite desta terça-feira (25). Imagens registraram o momento em que a filha cai no chão e, na sequência, ele atira no suspeito. O vídeo foi gravado por câmeras de segurança da rua do bairro Parque Via Norte e divulgado nesta quarta (26). O suspeito anda sozinho com uma mochila preta, observa a família do PM parada em frente à casa, retorna e faz uma ameaça usando a bolsa. Sem a farda e com a bebê em um dos braços, o agente se prepara para sacar a arma. Quando o suspeito segura o braço do PM, ele solta a criança e atira no ladrão.

Logo que a bebê cai no chão, o sogro do PM resgata a criança e entra correndo na residência. O agente faz vários disparos contra o criminoso enquanto a cunhada corre por trás do suspeito para ajudar a pegar a bebê. Ela não ficou ferida. A bebê teve ferimentos leves e passa bem.

De acordo com a Polícia Militar, um homem baleado com ferimentos graves deu entrada em uma unidade de saúde de Monte Mor horas depois da ocorrência e, em seguida, foi transferido para o Hospital Estadual de Sumaré, onde está sob escolta da PM. Ele chegou a se identificar com um nome falso, mas foi reconhecido pelo agente que atirou contra ele. A Polícia Civil informou que vai ouvir o depoimento do suspeito antes de confirmar o envolvimento.

O homem é foragido do Centro de Detenção Provisória de Mirandópolis (SP) e foi preso anteriormente por roubo e tráfico de drogas, de acordo com a PM.

O caso foi registrado pela Delegacia Seccional como tentativa de roubo, mas a investigação não descarta a possibilidade de um atentado especificamente contra o policial.

Submetralhadora teria sido usada

Segundo a Polícia Civil, o policial estava com o sogro, a cunhada e a filha na porta da casa, quando o criminoso fez a abordagem. Ele teria feito menção de estar com uma submetralhadora com silenciador e ameaçou atirar caso todos não entrassem com ele na casa. O suspeito foi baleado e fugiu, com a ajuda de um comparsa, em um carro preto da marca Honda. O veículo produto de roubo foi apreendido no bairro Sete de Setembro.

Veja o video clicando aqui
Fonte: G1


A venda de bebida alcoólica pelos comerciantes ambulantes não é permitida

Os organizadores da tradicional Romaria da Penha, que completa 251 edições neste ano de 2014, fazem um apelo: que as pessoas não comprem e não bebam álcool ao longo da caminhada da igreja de Lourdes, no Centro da Capital, até o Santuário da Penha, localizada na Orla da cidade. E pedem também aos vários comerciantes ambulantes que trabalham na Romaria que vendam água, água de coco, suco e refrigerante, mas não bebida alcoólica.

A própria Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb) de João Pessoa deixou bem claro, ao fazer o cadastro de comerciantes informais que pretendiam trabalhar na Romaria, que não está autorizada a venda de bebidas alcoólicas nem produtos em garrafas de vidro.

É importante ressaltar que os caminhantes devem hidratar-se durante a Romaria, que tem um longo percurso: quase 14 quilômetros. “A maioria dos fiéis atendidos pelas equipes médicas socorristas estava desidratada ou com sintomas de fraqueza devido à falta de alimentação no fim da Romaria”, informam os organizadores.
Os caminhantes levam, no mínimo, 4 horas para percorrer todo o trajeto - isso num ritmo mais intenso e sem parar. Por isso é necessário beber bastante água ou suco e se alimentar com frutas ou barras de cereal, por exemplo. Também é importante usar um calçado confortável e uma roupa leve.

Fonte: WSCOM Online

A jovem levou um tiro na cabeça enquanto trocava a fralda de um dos seus filhos

Uma mulher de 26 anos foi morta pelo próprio filho, de 3 anos, na cidade de Tulsa (Oklahoma), nos Estados Unidos. Segundo a polícia local, a jovem levou um tiro na cabeça enquanto trocava a fralda de um dos seus filhos.

“O horrível, horrível acidente aconteceu quando o menino encontrou a arma automática carregada e disparou um tiro, acertando Christa Engles na cabeça”, afirmou um policial da cidade americana.

O marido da vítima não estava em casa no momento do acidente. "A avó entrou e teria encontrado as duas crianças cobertas de sangue", informou a polícia.

Havia, segundo a polícia, várias armas na casa e que a criança teria encontrado o revólver de "grande calibre" sob um sofá antes do tiro fatal.

Fonte: IG com WSCOM Online


Presidente do Sindi
cato, Graco parente

Denúncias de proprietários estão sendo investigadas pelo Ministério Público Estadual; policiais de outros estados teriam ameaçado seguranças desses estabelecimentos.

O Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de João Pessoa denunciou a prática de alguns delegados, policiais, escreventes, agentes penitenciários, civis e militares que estariam intimidando empresários nos finais de semana para ingressar nos estabelecimentos comerciais, como bares e casas de show, fora de serviço e sem o devido pagamento dos seus ingressos, portando armas de fogo. De acordo com o sindicato, tais exigências são estendidas em muitos casos para esposas, namoradas, amigos e familiares em geral.

Durante uma audiência no Ministério Público da Paraíba, ocorrida nessa terça-feira (25), na Capital, o presidente do Sindicato, Graco Terceiro Neto Parente, denunciou a ação de dois agentes penitenciários de Pernambuco. Segundo Parente, eles agrediram seguranças de um bar localizado no Bessa, após terem sido impedidos de ingressar no local, forçando a entrada com apoio de policiais paraibanos, muito embora o bar estivesse com a sua capacidade total esgotada.

O curador do Consumidor, Glauberto Bezerra, notificou o proprietário do estabelecimento comercial para a apresentação dos nomes dos seguranças agredidos pelos agentes penitenciários pernambucanos. Também encaminhou ofício ao secretário de Segurança do Estado para o conhecimento e providências, agendando, de imediato, uma nova audiência para tratamento de ações que previnam ocorrências desse tipo que possam pôr em risco a vida, saúde e segurança do consumidor.

De acordo com o curador, o relato dos empresários durante a audiência no Ministério Público, “induz ao entendimento de que os comportamentos descritos constituem infração administrativa, que repercutem diretamente na segurança dos consumidores presentes no ambiente”.

Segurança

Graco Parente afirmou que não é, “sequer minimamente”, aceitável que policiais ou quaisquer outros agentes de segurança, “sob o frágil argumento de que exercem suas atividades em tempo integral, possam, ilegalmente, amedrontar empresários e seus colaboradores, além de colocar consumidores em risco”.

O empresário enfatizou que todo o segmento tem respeito às forças policiais e compreende que não é justo ou legal que, “pelas atitudes de alguns, toda a briosa polícia, independentemente da farda, tenha sua imagem manchada”. Por outro lado, disse Graco, “é também inadmissível que agentes de segurança, ilegal e deliberadamente, coloquem as vidas dos consumidores em risco ou, outrossim, tentem se impor pela força, valendo-se do respeito nutrido pelos cidadãos de bem”.

Fonte: Portal Correio
Inaugurando uma nova fase de expansão, a Suqo, marca paraibana de bebidas artesanais desenvolvida pela Indústria de Alimentos Buon Gelatto, passará a ser comercializada no Rio de Janeiro. A partir desta semana, poderá ser encontrado em diversos estabelecimentos da capital carioca. No Nordeste, a marca já está presente na Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Alagoas.

Por meio da parceria firmada com a distribuidora Sertanorte, os produtos da Suqo serão comercializados na nova praça em ambientes como supermercados, restaurantes, padarias e quiosques, especialmente na região litorânea da cidade. Neste primeiro momento, a Suqo irá oferecer para os seus novos consumidores a possibilidade de degustar 11 sabores da marca - abacaxi, açaí, cajá, caju, goiaba, graviola, manga, mangaba, maracujá, umbu cajá e uva.

“Enxergamos uma excelente oportunidade de negócio no Rio de Janeiro, pois temos um produto que promete agradar também o consumidor carioca que busca uma vida mais saudável, já que a Suqo preserva todos os nutrientes e sabor da fruta e ainda oferece praticidade”, destacou o diretor da empresa, Hênio Régis.

A mesma opinião é compartilhada pelo presidente da distribuidora Sertanorte, Sebastião Leal. Ele acredita que as bebidas artesanais da Suqo terão uma repercussão positiva entre os consumidores do Rio de Janeiro. “Acreditamos que a linha de produtos terá uma boa recepção, pois além de possuir qualidade, também irá trazer novos sabores de suco de frutas que são mais conhecidos no Nordeste”, afirmou.

Assessoria
Bruna Marquezine diz que não acredita que seu namoro com Neymar tenha impulsionado sua carreira. Em entrevista ao jornal O Dia, desta quarta-feira (26), ela falou sobre a vida amorosa enquanto lançava sua linha de esmaltes.

— Não acredito que ter sido namorada de um jogador de futebol tenha, de fato, ajudado alguma coisa na minha carreira. Trabalho desde os cinco anos e estou indo para minha nona novela. Namorar alguém não te dá papel, não constrói carreira. Foi um namoro muito exposto, mas também não quis abrir mão de vivê-lo. Mas não acredito que tenha aberto portas.

Flagrada aos beijos em Miami com o modelo Marlon Teixeira, ela se esquivou na hora de falar sobre o affair.

— Minha vida amorosa não diz respeito a ninguém. E isso não me chateia, porque é quase diário.

R7
A Promotoria de Justiça de Jacaraú ajuizou uma ação civil pública contra as prefeituras de Jacaraú, Pedro Régis, Curral de Cima e Lagoa de Dentro para adequação da frota de veículos que realizam o transporte escolar.

Foi firmado entre o Ministério Público  do Estado da Paraíba e o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) um termo de compromisso visando dar cumprimento ao previsto no Código Brasileiro de Trânsito. Com isto, os veículos que realizam transporte escolar no Estado da Paraíba passaram a ser fiscalizados, para ver se adaptados às condições da lei de trânsito. Dos veículos que compareceram para serem vistoriados, foram considerados inaptos para prestar o serviço os das prefeituras de Jacaraú, Pedro Régis e Lagoa de Dentro.

O promotor de Justiça Marinho Mendes informou que a Prefeitura Municipal de Curral de Cima, apesar de ter sido devidamente comunicada e convidada, sequer encaminhou seus veículos para a vistoria, demonstrando total desinteresse e falta de compromisso para com os estudantes daquela edilidade.

Já os veículos de Pedro Régis, Lagoa de Dentro e Jacaraú apresentaram as mais diversas irregularidades, tais como registrador instantâneo e inalterável de velocidade e tempo (tacógrafo), cinto de segurança, equipamentos de segurança obrigatórios, pneus, roda sobressaltante, macaco incompatível com o peso de veículo, chave de roda, triângulo sinalizador, retrovisores internos e externos, para-brisa, entre outros como bem descreve os minuciosos relatórios emitidos pelo Detran, diagnosticando as péssimas condições em que se encontram os transportes escolares.

“O Ministério Público, por esta Promotoria de Justiça, buscou firmar um termo de ajustamento de conduta com as Prefeituras, visando também a adequação da frota de veículos que realizam o transporte escolar, o que restou infrutífero, posto não aderirem o requerido as cláusulas estabelecidas, não restando outra opção ao Ministério Público, a não ser a propositura da presente ação civil pública,”, explicou o promotor.

Diante dos fatos, o Ministério Público requer que seja concedida liminar, a fim de determinar que os municípios adéquem imediatamente sua frota de veículos, submetendo os veículos a inspeção pelo Detran, para que posteriormente possam prestar o serviço, sob pena de multa diária e pessoal, imposta aos administradores, no valor de R$ 5 mil, corrigidos monetariamente pelo IGP-M (FGV), por dia de atraso no cumprimento da obrigação, a incidir pessoalmente sobre o patrimônio dos senhores prefeitos municipais de Jacaraú, Pedro Régis, Curral de Cima e Lagoa de Dentro.

O Ministério Público requereu ainda que, no prazo máximo de cinco a dias, as prefeituras terão que juntar comprovante de autorização para prestação do serviço emitido pelo Detran, sob pena de multa diária de R$ 2 mil, corrigidos monetariamente pelo IGP-M (FGV), por dia de atraso no cumprimento da obrigação, a incidir pessoalmente sobre o patrimônio também dos senhores gestores municipais de Jacaraú, Pedro Régis, Curral de Cima e Lagoa de Dentro.


Com Assessoria MPPB
Um grave acidente na BR 101, registrado na manhã desta quarta-feira (26), envolvendo um caminhão e uma moto, deixou uma mulher, que pilotava a moto, partida ao meio. O acidente aconteceu na pista sentido Recife João Pessoa, próximo ao Rei das Coxinhas.

Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal, o caminhão, com vários compartimentos, classificado como “treminhão”, acabou colidindo na moto e arrastando o veículo por cerca de 30 metros.

Com o impacto a mulher foi arremessada para o asfalto e partida ao meio pelo caminhão.

O trânsito no local ficou lento e a Polícia Rodoviária Federal orienta os motoristas a reduzirem a velocidade, já que o acidente aconteceu em uma ladeira.

Quem esteve no local informou que as cenas do atropelamento seguido de morte são chocantes.

As informações foram divulgadas na Rádio CBN João Pessoa.


Com PB Agora / Foto: Cleide Teles


A agência dos Correios da cidade de Sapé, na Mata Paraibana, foi assaltada na manhã desta segunda-feira (24). Por volta das 11 horas, quatro homens chegaram em duas motos, armados, entraram na agência e anunciaram o assalto. Funcionários e clientes que estavam na agência foram rendidos, enquanto os bandidos recolheram todo dinheiro da agência.

Ninguém ficou ferido. Também não foi divulgado a quantia levada pelos dois bandidos. A polícia faz rondas para capturar os meliantes responsável pelo assalto.

Fonte: Portal do Professor Josa

Thomas Beatie, o transexual conhecido como o primeiro "homem grávido" do mundo, foi preso sob acusação de assediar a sua ex-mulher. 

Morador de Anthem (Arizona, EUA), Thomas foi acusado de instalar secretamente um aparelho de GPS no carro da ex, Nancy, meses após ele ser obrigado por decisão judicial a se afastar dela.

De acordo com a polícia, Thomas admitiu ter instalado o equipamento no carro de Nancy e monitorado os passos da ex pela internet.

Oficialmente, Thomas e Nancy continuam casados, já que em 2013 a Justiça do Arizona negou o divórcio porque o casamento homossexual é proibido no estado. Os dois haviam se casado no Havaí, em 2003, quando se apresentaram como heterossexuais porque ele nasceu mulher, mas trocou de sexo antes do matrimônio. Eles tiveram três filhos. 

Thomas mudou de sexo aos 24 anos e é legalmente homem. Mas mantém os órgãos sexuais femininos. Quando era mulher, se chamava Tracy Lagondino. 

Sua ex-mulher fez uma histerectomia e não podia ser mãe. O primeiro filho foi concebido por inseminação artificial, com esperma de um doador. Depois, Thomas teve outros dois filhos, Jensen e Austin Beatie.


Nascimento de Susan - Imagens: Reprodução/YouTube

Fonte: O Globo



Em depoimento, suspeito negou envolvimento homoafetivo com vítima. Discussão teria ocasionado morte. Homem alega que tentou ocultar corpo

Suspeito de ter matado Thomas Sanches, de 30 anos, Gleydson Morgray negou que tenha premeditado o esquartejamento da vítima. Em depoimento à polícia de Cananéia, no interior de São Paulo, Gleydson rechaçou a possibilidade de um envolvimento homoafetivo com Thomas, negando ser homossexual

Para a polícia, o suspeito, que se declarou homofóbico, alegou que Thomas teria tentado uma aproximação, e assim, gerado uma discussão entre ambos. Segundo Gleydson, ele teria empurrado Thomas, depois do desentendimento, com a vítima batendo a cabeça e vindo a óbito. O laudo do Instituto Médico Legal (IML) de Cananéia deve apontar se a versão apresentada pelo suspeito é verdadeira.

Com isso, Gleydson teria se desesperado e, nervoso, tentado ocultar o corpo de Thomas. A polícia acredita ainda que uma das intenções do suspeito, após esquartejar o corpo, era preparar uma mala para jogá-lo no mar. No entanto, Gleydson foi localizado e preso antes disso acontecer.


Polícia tenta traçar perfil de suspeito de esquartejamento (Foto: Reprodução/ Facebook)

Polícia tenta traçar perfil de suspeito

Suspeito de ter matado Thomas Sanches, de 30 anos, Gleydson Morgray impressionou a polícia pela frieza com a qual contou a forma como esquartejou a vítima. Além disso, o perfil de Gleydson em uma rede social aponta características que deixaram a investigação intrigada, sobre o crime que foi descoberto no sábado (22), em Cananéia, no interior de São Paulo. A conta dele no Facebook apresenta várias fotos de mulheres nuas.

No entanto, de acordo com a polícia, a primeira hipótese levantada é de que ambos mantiveram um relacionamento homoafetivo.

Além disso, na mesma rede social, Gleydson também se mostra um fã da série televisiva norte-americana 'Dexter', que mostra um assassino em série que mata fugitivos da polícia. O suspeito demonstra ainda ser interessado em filmes de terror. Todas essas informações também podem ajudar a polícia a traçar um perfil do comportamento de Gleydson.

Segundo pessoas próximas à vítima, na madrugada de sexta-feira (21), Thomas conversava com Gleydson e um grupo de amigos, em uma praça no centro de Cananéia. Em um dado momento, os dois saíram juntos e Thomas se despediu, dizendo que não o esperassem.

O velório da vítima foi realizado neste domingo (23) e o enterro na manhã desta segunda-feira (24), no Cemitério Municipal de Cananéia.


Suspeito de esquartejar tira foto com vítima horas antes do crime (Foto: Divulgação/Polícia Militar)

Suspeito e vítima tiraram foto juntos

O homem suspeito de ter matado e esquartejado um rapaz em Cananéia, no Vale do Ribeira, interior de São Paulo, tirou uma foto junto com a vítima momentos antes de se afastar com ela do grupo de amigos com quem conversavam. A imagem foi registrada na madrugada de quinta (20) para sexta-feira (21), última vez que Thomas Sanches, de 30 anos, foi visto com vida. Seu corpo foi encontrado esquartejado neste sábado (22), em frente a um hotel da cidade. O suspeito pelo crime, Gleydson Morgray, está preso. A polícia suspeita que eles tiveram um relacionamento homoafetivo.

Os colegas estranharam o sumiço de Thomas e a família já vinha tentando encontrá-lo desde então, mas sem sucesso. No entanto, na manhã de sábado, um amigo de Thomas acionou a Polícia Militar e foi com as autoridades até a casa de Gleydson. No local, foi encontrado um lençol coberto de sangue. O suspeito ainda tentou fugir, mas foi detido e acabou confessando o crime. O corpo foi localizado pela polícia em frente a um hotel na Avenida Independência.

Gleydson não era muito conhecido em Cananéia, pois tinha se mudado apenas há três meses para o município, vindo de Guarulhos, na Grande São Paulo. A polícia destaca que ele não possuía antecedentes criminais. O caso segue sendo investigado pela equipe da Delegacia Sede de Cananéia.

Fonte: G1

A Secretaria de Saúde da Paraíba, em parceria com a Coordenação Geral de Informações e Análise Epidemiológica, da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, está promovendo o I Seminário sobre Vigilância do Óbito.

O evento, que acontece nesta segunda-feira (24), até às 17h30, no Hotel Ouro Branco, em João Pessoa, é voltado para profissionais de saúde das áreas da Vigilância do Óbito e da Atenção à Saúde das Regionais e Secretarias Municipais de Saúde de 16 municípios prioritários, além de diretores técnicos e profissionais da área da Assistência de 11 estabelecimentos de saúde, que concentram cerca de 80% dos óbitos infantis e maternos registrados no estado.

O secretário de Saúde, Waldson Dias de Souza, que fez a abertura oficial, lembrou que, no início da gestão, diante de todas as necessidades encontradas, uma das maiores preocupações era a falta de assistência na área materno-infantil.

“Esta rede de assistência foi bastante olhada, principalmente, no Sertão e Alto Sertão e houve um grande investimento. Reconhecemos que ainda há muito a fazer na área de qualificação dos profissionais e, por isso, este evento é tão importante, por oportunizar servidores da saúde a colocar as questões em debate com o objetivo de encontrar as soluções mais adequadas”, disse o secretário.

Para a gerente executiva de Vigilância em Saúde, da Secretaria Estadual, Renata Nóbrega, o seminário possibilitará a discussão dos fatores determinantes dos óbitos materno-infantis e, a partir disso, traçar estratégias para combater os óbitos considerados evitáveis no Estado. “A SES revela como prioridade o trabalho de assistência e vigilância com a intenção de criar os grupos condutores para o trabalho conjunto de redução da razão da mortalidade materno-infantil”.

Para a técnica do Ministério da Saúde, Raquel Barbosa, que veio ministrar a palestra sobre “Vigilância do óbito no país”, lembrou que até 90% dos óbitos maternos e 70% das mortes infantis são consideradas evitáveis. “Percebemos que a falta do pré-natal ainda é o maior problema, já que é nele onde são detectadas as doenças que provocam as mortes, a exemplo de hipertensão, diabetes, infecção urinária e outras. Neste seminário, vamos trocar experiências e traçar estratégias de combate, de acordo com a realidade de cada região”, declarou.

Uma das profissionais participantes é a enfermeira do Núcleo Hospitalar de Epidemiologia do Isea, em Campina Grande, Luciana Pereira. “Este seminário significa mais conhecimento, que é o que nos proporciona maior abertura para trabalhar melhor os casos e também otimiza as notificações das doenças compulsórias (aids, sífilis, rubéola, dengue, meningite, etc)”, finalizou.

Pela programação, serão realizadas palestras sobre a qualidade da assistência obstétrica na Paraíba; vigilância do óbito: a experiência bem sucedida no Paraná; vigilância do óbito na integração com os distritos sanitários: a experiência de João Pessoa; evitabilidade dos óbitos fetais e infantis: práticas sobre o processo de investigação na Paraíba e Rede Cegonha.

Fonte: Edmilson Pereira com PB Hoje
Produzido por MVS Designer | Copyright © 2010 - 2014 Portal Araçagi